O Instituto Nacional de Estatística (INE) estima que, em novembro passado, os custos de construção de habitação nova tenham aumentado 2,7%, mais 0,6 pontos percentuais (p.p.) do que em outubro.

O preço dos materiais apresentou uma variação de 1,3% (1,4% no mês anterior), enquanto o custo da mão-de-obra registou uma subida de 1,5 p.p., para 4,7%. A variação homóloga estimada do ICCHN foi 2,7%, valor superior em 0,6 p.p. ao observado em outubro.

Pelas contas daquele organismo, “no mês em análise, os preços dos materiais aumentaram 1,3% (1,4% em outubro) e o custo da mão-de-obra aumentou 4,7% em termos homólogos, mais 1,5 p.p. que no mês anterior”.

O custo da mão-de-obra deu o maior contributo para a formação da taxa de variação homóloga do ICCHN em novembro (1,9 p.p.), tendo o custo dos materiais apresentado um contributo menor (0,8 p.p.).

 

Partilhar: