Iniciou-se a execução do projeto de Otimização da Eficiência Energéticas das Piscinas Municipais de Silves, concluído que foi o respetivo concurso público de fornecimento e montagem de equipamentos.

A Câmara de Silves informa, em comunicado, que o projeto é financiado no âmbito do CRESC 2020, com investimento elegível de de 457.615,59 euros e investimento total de 555.728,26 euros, beneficiando de apoio financeiro da União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) divididos por subvenção reembolsável (e não reembolsável) nos valores de 361.485,36 euros e 4.607,11 euros, respetivamente.

A obra contempla quatro componentes: instalação de sistema solar térmico, instalação de sistema fotovoltaico, substituição do sistema de bombagem (19 bombas centrífugas) e substituição da iluminação existente por LED.

O sistema solar térmico será usado no aquecimento das águas das piscinas e das águas quentes sanitárias utilizadas nos banhos dos utentes, cobrindo cerca de 44% das necessidades atuais das instalações e evitando a emissão de 49,45 Ton de dióxido de carbono por ano.

A criação de uma central de produção de energia elétrica através de conversão fotovoltaica permitirá o fornecimento de 182.721 KWh por ano e a redução dos gases de efeito de estufa (GEE) em 39,3 Ton por ano. A substituição de eletrobombas de circulação por equipamentos de elevada eficiência energética proporcionará uma poupança anual de 90.822,49 Kwh, correspondendo à redução de 33,02 Ton/Ano de gases de efeito de estufa (GEE).

A substituição das lâmpadas florescentes por lâmpadas LED, nomeadamente, 86 luminárias e 493 lâmpadas por LED, reduzirá o consumo energético em 48.102 KWh e a redução de gases de efeito de estufa (GEE) em 22,3 Ton por ano.

Com a implementação do projeto estima-se em cerca de 70 mil euros as poupanças geradas anualmente.

Partilhar: