Vários especialistas nacionais e espanhóis estarão, no dia 17 de fevereiro, na conferência «Laranja XXI», uma iniciativa da Câmara Municipal de Silves (CMS) integrada no programa da 1ª Mostra «Silves Capital da Laranja».

«Este é um fórum de discussão e debate que consideramos há muito fazer falta», refere Rosa Palma, presidente da CMS, pois na opinião da autarca «a citricultura é uma das mais decisivas e estruturantes atividades do concelho e da região e é necessário trazer temas atuais, de modo a modernizar práticas, mas sobretudo a refletir sobre os caminhos que nos permitirão promover o crescimento sustentado e a promoção desta atividade, que é sinónimo de qualidade e prestígio para Silves e para a região».

Ao longo de todo o dia, no auditório da Fissul, serão debatidos temas centrais para a produção e produtores de citrinos. «Financiamento no âmbito do PDR2020» e «Lei de Aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos/Inspeção de Pulverizadores» são alguns dos temas que vão ser debatidos no evento.

A conferência termina com uma mesa redonda, cujo tema central é um dos que mais preocupa o sector e mais polémica gera: «Produção, Comercialização e Distribuição de Citrinos no Algarve».

A participação é livre e todos os agricultores, técnicos, comerciantes e stakeholders com interesses nesta atividade poderão participar

Partilhar: