Sete distritos sob aviso laranja quarta e quinta-feira devido à agitação marítima

Sete distritos do continente vão estar na quarta e na quinta-feira sob aviso laranja devido à previsão de agitação marítima forte, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O aviso laranja engloba os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria e Lisboa e vai estar em vigor entre as 12:00 de quarta-feira e as 09:00 de quinta-feira.

O IPMA colocou os sete distritos sob aviso amarelo devido à previsão de ondas de noroeste com 5 a 6 metros, podendo atingir altura máxima de 8 a 10 metros.

A agitação marítima forte levou também o IPMA a colocar os distritos de Setúbal, Beja e Faro com aviso amarelo entre as 18:00 de quarta-feira e as 15:00 de quinta-feira, prevendo-se ondas de noroeste com 4 a 5 metros.

O IPMA emitiu também aviso laranja para o arquipélago da Madeira devido à agitação marítima com ondas de noroeste com 5 a 7 metros, que poderão atingir 11 a 13 metros de altura máxima, até às 18:00 de hoje, passando depois a amarelo.

A Madeira está também sob aviso amarelo até às 15:00 de hoje por causa do vento forte com rajadas até 90 quilómetros por hora.

O aviso laranja é o segundo mais grave e representa uma situação meteorológica de risco moderado a elevado.

Já o aviso amarelo é emitido pelo IPMA sempre que a situação meteorológica representa risco para determinadas atividades.

A previsão de vento forte e o agravamento da agitação marítima, levou a Autoridade Marítima Nacional (AMN) e a Marinha Portuguesa a lançar um alerta na costa ocidental de Portugal Continental a partir das 18:00 de hoje e até à madrugada de sexta-feira.

A AMN e a Marinha alertam toda a comunidade marítima e a população em geral para os cuidados a ter tanto na preparação de uma ida para o mar, como quando estão no mar ou em zonas costeiras.

Recomendam o reforço da amarração e manter uma vigilância apertada das embarcações atracadas e fundeadas, evitar passeios junto ao mar ou em zonas expostas à agitação marítima e não praticar a atividade da pesca lúdica, em especial junto às falésias e zonas de arriba frequentemente atingidas pela rebentação das ondas.

Lusa

Partilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Artigos Relacionados

9CCD0B9C-5D13-4D12-B6EA-DD5102230AF1

Taxas Euribor sobem a três e a seis meses e caem a 12 meses

Natal é no Comércio Local Lagos

Lagos vive a magia do Natal com novidades

insta_chegada-do-pai-natal_SBMessines

Pai Natal chega a São Bartolomeu de Messines nos dias 3 e 4 de dezembro