Seis distritos do continente sob aviso amarelo devido à chuva

Seis distritos de Portugal vão estar a partir de hoje sob aviso amarelo devido à chuva e na quarta-feira juntam-se mais quatro, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Leiria e Coimbra vão estar em aviso amarelo, a partir das 21:00 de hoje e até às 03:00 de quarta-feira.

Na quarta-feira, o IPMA colocou também sob aviso amarelo os distritos de Évora, Beja, Setúbal e Faro, entre as 03:00 e as 12:00 devido à previsão de aguaceiros, por vezes fortes e acompanhados de trovoada.

O IPMA emitiu igualmente um aviso amarelo para os distritos de Castelo Branco e Guarda entre as 06:00 e as 18:00 de quarta-feira por causa da queda de neve acima da cota dos 1700/1800 metros.

O aviso amarelo é emitido pelo IPMA sempre que a situação meteorológica representa risco para determinadas atividades.

O IPMA prevê para hoje no continente céu geralmente muito nublado, períodos de chuva ou aguaceiros, aumentando de frequência e intensidade a partir do meio da tarde, em especial no litoral oeste onde poderá ser temporariamente forte.

A previsão aponta também para a possibilidade de queda de neve nos pontos mais altos da Serra da Estrela e ocorrência de trovoada a partir da tarde.

Está ainda previsto vento fraco a moderado do quadrante sul, soprando por vezes forte nas terras altas das regiões Norte e Centro e neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais.

As temperaturas mínimas vão oscilar entre os 7 graus Celsius (na Guarda) e os 11 (em Viseu, Coimbra e Faro) e as máximas entre os 10 graus (na Guarda) e os 18 (Setúbal, Santarém, Leiria, Aveiro e Braga).

Lusa

Partilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Artigos Relacionados

concurso de fotografia de Lagos

Recuperação de ecossistemas destacada em concurso de fotografia de Lagos

Catorze distritos em aviso amarelo

Catorze distritos em aviso amarelo por causa do calor

REDES_Apoios pecuaria

Apoio extraordinário aos criadores das espécies bovina, ovina, caprina e equídeos afetados pelos incêndios rurais