Resultados do estudo feito em Lagos sobre “turismo acessível e inclusivo” apresentados na Universidade do Algarve

A Universidade do Algarve, através do Centro de Investigação em Turismo, Sustentabilidade e Bem-estar (CinTurs) e do Instituto Superior de Engenharia (ISE) acolheu a Escola de Verão – Turismo Acessível e Inclusivo, tendo considerado a cidade de Lagos como caso de estudo. O município de Lagos apoiou este trabalho de investigação, sendo igualmente parceiro do Projeto Sustowns de promoção do turismo sustentável, financiado pelo Interreg-Med. Os resultados do estudo vão ser apresentados, no próximo dia 9 de novembro de 2020, num seminário inserido no Ciclo de Conferencias em Turismo Acessível.

Treze jovens investigadores desenvolveram trabalho científico de campo e de análise do edificado, com elementos notáveis de arquitetura popular na cidade de Lagos, de avaliação e proposta de rotas culturais, do potencial de Birdwatching e Bird by Ear na cidade, do estudo sobre turismo de proximidade, entre outros temas. Através desta ação pretendia-se capacitar os estudantes para considerarem o turismo acessível e inclusivo transversalmente às suas atividades profissionais.

Este plano de formação atendeu à Estratégia Turismo 2027 e em particular ao eixo Valorizar o Território e as Comunidades, que promove a regeneração urbana das cidades e regiões e o desenvolvimento turístico sustentável dos territórios, difundindo a necessidade de se desencadearem operações de regeneração urbana de centros históricos/urbanos, a preservação da autenticidade e a promoção de um turismo acessível nas cidades. A valorização do espaço público e a eliminação de barreiras físicas, a promoção da mobilidade sustentável e a melhoria das condições de visita e usufruto das cidades, a promoção do comércio tradicional e das suas lojas com história ou ainda a melhoria da qualidade de vida das comunidades locais, incluindo o apoio à reabilitação de espaços e equipamentos comunitários, estão entre os principais objetivos deste projeto.

Os resultados desta aprendizagem vão ser apresentados num seminário inserido no Ciclo de Conferencias em Turismo Acessível a realizar em 9 de novembro de 2020, no Campus da Penha da Universidade do Algarve, no Complexo Pedagógico (Auditório 1.5),  com início às 14h. Temáticas como “Turismo de Proximidade na cidade de Lagos”, “Birdwatching ou Bird by Ear – Turismo acessível e inclusivo em Lagos”, ou “Arquitetura Popular em Lagos” serão alguns dos pontos-chave em destaque.

Câmara Municipal de Lagos

Partilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Artigos Relacionados

Hastear-das-bandeiras-1

Praias de Castro Marim voltam a conquistar Bandeira Azul, Praia Acessível e Qualidade de Ouro

Barao-a-Freguesia_OCS-1

Lagos exige desagregação de freguesias

IMG-1

Município de Lagoa e ADR lançam a 1ª Pedra da Vila D’ADR – ERPI e SADTítulo

Diretor:
Miguel Ângelo Morgado Henriques Machado Faísca
Nº de inscrição na ERC:
124728