Proteção Civil alerta para risco de incêndios e apela a medidas preventivas

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) lançou hoje um aviso à população de agravamento do risco de incêndio rural devido às condições meteorológicas previstas para o país, apelando para que sejam tomadas medidas preventivas.

Com base nas previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) para segunda-feira e terça-feira, nomeadamente com o aumento da intensidade do vento, a ANEPC alertou para perigo de incêndio rural muito elevado a máximo no Algarve, no interior Norte e Centro, e Alto Alentejo.

“Este quadro meteorológico aumenta também a probabilidade de ignições o que se traduz num potencial aumento do número de ocorrências de incêndios rurais”, avisou a Proteção Civil.

As medidas principais – de acordo com as disposições legais em vigor – passam pela proibição de fazer queimadas extensivas sem autorização e, nos dias de risco de incêndio muito elevado e máximo, é proibido fazer queima de amontoados sem autorização por comunicação prévia às autoridades.

Nos dias de “risco de incêndio muito elevado e máximo é proibido utilizar fogo para a confeção de alimentos em todo o espaço rural, salvo se usados fora das zonas críticas e nos locais devidamente autorizados para o efeito”, e é proibido “fumigar ou desinfestar em apiários exceto se os fumigadores tiverem dispositivos de retenção de faúlhas”.

Neste grau de risco também é proibido “usar motorroçadoras, corta-matos e destroçadores” e “evitar o uso de grades de discos”.

De acordo com a ANPC, o aumento da intensidade do vento poderá provocar um “agravamento da velocidade de propagação inicial dos incêndios” e, consequentemente, um “aumento da dificuldade das ações de supressão”.

Na segunda-feira, estão previstos valores da humidade relativa inferiores a 30% no interior Norte e Centro e na região sul, com fraca recuperação noturna.

O vento soprará de norte/noroeste, temporariamente de sudoeste no sotavento algarvio durante a tarde e soprando por vezes até 45 quilómetros por hora, com rajadas até 65 quilómetros, no litoral oeste a sul do Cabo Carvoeiro e nas terras altas, em especial durante a tarde.

Para terça-feira, estão previstos valores de humidade relativa inferior a 30% na parte leste do interior Norte e Centro, e no interior Sul durante a tarde, com valores inferiores a 20% na Beira Baixa, interior do Baixo Alentejo e sotavento algarvio.

O IPMA prevê ainda vento até 30 quilómetros por hora de norte/noroeste, temporariamente de sudoeste no sotavento algarvio durante a tarde, e soprando por vezes até 40 quilómetros, com rajadas até 65 quilómetros, no litoral oeste a sul do Cabo Raso e nas terras altas, em especial durante a tarde.

Lusa

Partilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Artigos Relacionados

agitação marítima

IPMA coloca sete distritos sob aviso laranja devido à agitação marítima

IMG_7079

Obras do concelho de Faro foram distinguidas com o prémio de arquitetura do Algarve

O-Radar-Social-vai-criar-equipas-tecnicas-multidisciplinares

Aprovada equipa “Radar Social” para apoiar famílias vulneráveis de Castro Marim

Diretor:
Miguel Ângelo Morgado Henriques Machado Faísca
Nº de inscrição na ERC:
124728