A Escola de Hotelaria e Turismo do Algarve – Faro recebe, no próximo dia 10 de maio, das 09h30 às 17h30, a conferência  «Turismo – Responder aos efeitos das alterações climáticas e dos eventos de elevado impacto».

Através deste evento, destinado a agentes do setor do turismo, bem como ONG interessadas e responsáveis governamentais, além do público em geral, pretende-se criar uma maior sensibilização no setor do turismo para o risco de eventos de alto impacto e as medidas de prevenção e proteção atualmente em vigor.

Os participantes vão, também, dar a conhecer quais os canais de comunicação que devem ser utilizados, em caso de catástrofe, para divulgar informações aos turistas; partilhar as melhores práticas no setor, em termos de medidas de prevenção e proteção já em vigor e promover as medidas que o país e, em concreto, a região, já tomaram para proteger a segurança dos turistas enquanto meio de atrair visitantes para um dos destinos mais seguros da Europa.

Depois da sessão de abertura, a cargo do presidente da Câmara de Faro, Rogério Bacalhau, será apresentada a «Visão geral do papel e dos planos durante as catástrofes», através das apresentações de Jorge Botelho, Presidente da Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL); David Thomas, Presidente da Associação Safe Communities Portugal (SCP) e Vaz Pinto, Comandante Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro.

Ao longo do dia serão apresentadas diversas comunicações sobre esta temática, subindo ao palco, entre outros, Paulo Morgado, Presidente do Conselho Diretivo Administração Regional de Saúde; Alberto Mota Borges, Diretor do Aeroporto Internacional de Faro; Miguel Miranda, Presidente Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA); Elidérico Viegas, Presidente da Direção da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA) e Marco António Viegas Martins, Comandante Distrital de Faro da Polícia de Segurança Pública de Faro (PSP); Donna Boucher, Senior Destinations Executive e David Thomas, Presidente da Associação Safe Communities Portugal.

As intervenções finais ficarão por conta do Presidente da Região de Turismo do Algarve (RTA),  João Fernandes, e da  Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho.

Partilhar: