Projeto-piloto visa promover o bem-estar animal junto de núcleos habitacionais com fragilidades sociais

O Município de Faro, em parceria com a União de Freguesias de Faro (Sé e São Pedro), a Polícia de Segurança Pública, a Fundação Vítor Reis Morais e a Associação Cabana da Meia Noite, está a avançar com um projeto-piloto que visa promover ações relacionadas com o bem-estar animal, junto de núcleos habitacionais com fragilidades sociais.

O projeto, que procura sensibilizar a comunidade em geral para a prevenção da ocorrência de maus tratos e abandono animal, incidirá numa primeira fase na comunidade da Horta da Areia, sensibilizando as famílias residentes para a esterilização, identificação eletrónica, registo e vacinação antirrábica dos seus animais de companhia.

Face à recente evolução da legislação para a proteção animal, o projeto procura ainda informar os moradores para as obrigações inerentes à posse de animais de companhia e à criminalização dos maus tratos.

Acreditando que esta iniciativa terá uma forte adesão e resultados positivos, pretende-se, numa segunda fase, alargar este projeto a outros locais do concelho.

Num esforço contínuo e persistente, o Município de Faro tem vindo a bater-se por uma maior e melhor proteção dos animais e reconhecimento do seu lugar e importância na nossa comunidade.

Sobre esta matéria, recorda-se que o Município tem adotado medidas como a realização de projetos de captura, esterilização e devolução com excelentes resultados e, para além disso, foi dos primeiros no País a proibir a realização de espetáculos circenses em espaço público com animais em cativeiro e outros eventos que implicam sofrimento animal, que considera deprimentes e lesivos da consideração e respeito que todos devemos ter para com os animais.

Câmara Municipal de Faro

Partilhar: