Lagoa anuncia 3ª edição do Prémio Maria Barroso

O Município de Lagoa anunciou na terça-feira, dia 08 de março, Dia Internacional da Mulher, a 3ª Edição do Prémio Maria Barroso, assinalando este dia de uma forma simbólica e anunciando, em simultâneo, um prémio que, para além de distinguir homens e mulheres, homenageia Maria Barroso, uma grande mulher, algarvia e cidadã do mundo.

A 3ª Edição do Prémio Maria Barroso foi anunciada publicamente, na CCDR em Faro, num encontro, entre várias autarquias algarvias, onde foram abordadas questões de igualdade de género e cidadania, oficializando a abertura de candidaturas até ao dia 30 de novembro de 2022.

O Prémio Maria Barroso foi instituído pela Câmara Municipal de Lagoa e pretende distinguir contributos relevantes de mulheres e de homens para a construção e valorização da igualdade de género e da cidadania proactiva no mundo contemporâneo.

Para o biénio 2022/2023, o Prémio Maria Barroso terá uma dotação financeira no valor de 15.000€ (quinze mil euros). Com a atribuição deste prémio, a Câmara Municipal de Lagoa pretende sublinhar o papel de pessoas, a título individual ou institucional, que de forma marcante contribuíram ou contribuem para a promoção e a implementação de práticas de cidadania e não discriminação, dando particular importância à promoção da igualdade de participação de mulheres e homens nos territórios e contextos em que intervêm.

Nesta edição, o júri será composto por Luís Encarnação, presidente da Câmara Municipal de Lagoa, Sandra Ribeiro, Presidente da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género, Isabel Barroso Soares, em representação da família de Maria Barroso, Anália Torres, professora catedrática de sociologia do ISCSP, Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa e fundadora e coordenadora do CIEG, Centro Interdisciplinar de Estudos de Género, Clara de Jesus, Consultora e perita em Igualdade de Género e Virgínia Ferreira, doutorada em sociologia, professora auxiliar da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (FEUC), investigadora

permanente do CES, Centro de Estudos Sociais e membro fundadora da Associação Portuguesa de Estudos Sobre as Mulheres.

“Em Lagoa trabalhamos diariamente para promover a igualdade de género porque acreditamos e defendemos que os homens e mulheres devem ter os mesmos direitos. Por isso é que o Prémio Maria Barroso distingue homens e mulheres que se destacaram na construção da igualdade e promoção e valorização de uma cidadania ativa”, afirmou Luís Encarnação, Presidente da Câmara Municipal de Lagoa.

Câmara Municipal de Lagoa

Partilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Artigos Relacionados

9CCD0B9C-5D13-4D12-B6EA-DD5102230AF1

Taxas Euribor sobem a três e a seis meses e caem a 12 meses

Natal é no Comércio Local Lagos

Lagos vive a magia do Natal com novidades

insta_chegada-do-pai-natal_SBMessines

Pai Natal chega a São Bartolomeu de Messines nos dias 3 e 4 de dezembro