Jovens atletas lagoenses de origem russa e ucraniana unidas pela paz através do desporto

Duas jovens lagoenses, de origem russa e ucraniana, unidas pela paz através do desporto, demonstram que é muito mais o que as une, do que o que possa separá-las.

No passado dia quatro de novembro, foram recebidas no Município de Lagoa, pelo Sr. Presidente da Câmara Municipal, Luís Encarnação, duas jovens atletas na modalidade de Badminton da Associação Universo dos Mistérios, em Estômbar, na União das Freguesias de Estômbar e Parchal, por forma a reconhecer o elevado sentido de cidadania e respeito pelo próximo, demonstrado por estas duas jovens lagoenses. Daniela Kostenko e Anna Tura têm onze anos. Anna é russa, Daniela é ucraniana. Contudo, as suas nacionalidades não impediram que se tornassem companheiras de equipa e, sobretudo, amigas, elevando assim a importância da união das suas duas nações para o seu desenvolvimento a nível desportivo, mas essencialmente a nível social.

Daniela e Anna decidiram demonstrar que os valores que as movem estão acima de quaisquer diferenças entre estes dois países e que, irremediavelmente, conduziram ao inesperado conflito armado, consequente da invasão da Ucrânia pela Rússia. Tudo começou num torneio nas Caldas da Rainha, onde alcançaram o segundo lugar na competição, em que Daniela e Anna decidiram por iniciativa própria, vestir uma camisola de cada um dos países, onde subiram ao pódio envergando orgulhosamente as camisolas. Daí por diante, decidiram usar sempre as mesmas, em todas as competições em que participam, fazendo desta forma questão de mostrar que estão unidas, pelo que de mais importante pode existir, o respeito e a fraternidade e que, entre a amizade não existem diferenças.

Lagoa regozija-se perante tamanha lição de humanidade e, como Cidade Educadora, rejubila perante atitudes tão nobres de duas jovens crianças, produzidas através de uma educação informal que visa, através das suas vivências, ensinar que não existem diferenças que não possam ser ultrapassadas, mesmo quando todas as odes pareçam conduzir para um destino desconhecido, pois é nos olhos das crianças e na sua perceção de futuro que devemos depositar a esperança de que, a paz e a fraternidade entre os povos é possível de alcançar sempre que a vontade assim o ditar.

“É de extrema importância reconhecer que, a diferença não pode ser um critério de divisão, mas sim de valorização da comunidade como um todo, dado que todos temos uma história e, a partilha dessas histórias, só nos pode enriquecer, sendo que, através da louvável atitude de fraternidade destas duas jovens crianças, fica demonstrado que o desporto desempenha um papel de incontornável importância na congregação social, independentemente da religião, crenças ou credos de cada um”, afirmou Luís Encarnação, Presidente da Câmara Municipal de Lagoa.

Câmara Municipal de Lagoa

Partilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Artigos Relacionados

Escola Primária Almádena (4)_fb

Município de Lagos dá casa à C4M4

markus-spiske-pl_HXNkyFmw-unsplash.jpg

Publicadas tabelas de retenção na fonte de IRS corrigidas

Bolsas Estudo OCS

Em Lagos mais de uma centena de estudantes vão receber bolsa de estudo municipal