Feira de Santa Iria 2023: uma celebração de resiliência e identidade

A Feira de Santa Iria, a mais antiga e emblemática feira do Algarve, encerrou portas no domingo passado. A chuva, que tanta falta faz, marcou presença em 5 dos 10 dias, mas ainda assim, esta edição decorreu com assinalável sucesso, para operadores, visitantes e expositores.

Este ano, a organização apresentava algumas novidades, trazendo consigo o tão desejado ponto de multibanco, nova sinalética, nova comunicação do evento, o palco com música popular local e muitas outras surpresas no plano gastronómico e da diversão – fontes de inesgotáveis oportunidades, com cada uma delas a tornar-se símbolo vivo do progresso da feira e do seu alcance e representação na comunidade.

No primeiro domingo, e apesar do temporal que se abateu sobre a região, a força da natureza não foi suficiente para abalar a resiliência da feira e dos seus feirantes. Com efeito, apesar da queda de algumas árvores e pernadas, e de outros episódios de menor gravidade, foi possível retomar a atividade logo de seguida e receber os milhares de visitantes que em resposta ali se ofereceram para as últimas horas do fim de semana. Para essa segurança, muito contribuiu o reforço dos efetivos policiais, com quatro agentes da PSP presentes durante todas as horas da noite, provando-se uma medida adequada, sem situações dignas de registo.

Por outro lado, o serviço de primeiro socorro providenciado pela Ambifaro revelou-se também ele eficaz, respondendo a 32 ocorrências, cada uma delas tratada com o devido cuidado e atenção, e felizmente sem consequências de maior.

Em números, este ano contou-se com 201 operadores em 35 setores de atividade, de oito nacionalidades distintas. Destes, 56 são algarvios, muitos dos quais farenses.

Assim, a edição de 2023 da Feira de Santa Iria sublinhou também a importância identitária que o evento tem para a região. Com todas as oportunidades comerciais, este é um momento que mais uma vez provou aproximar gerações, preservando hábitos e tradições, num encontro de sabores, cheiros e animação, onde as raízes da comunidade são relembradas e o tecido cultural se enriquece em cada uma dessas memórias.

A Feira de Santa Iria 2023 foi por isso mais do que uma experiência única; foi uma jornada de resiliência, inovação e celebração e que nos relembrou das premissas históricas que a edificam.

A Ambifaro agradece a todas as entidades que consigo colaboraram para a consumação deste êxito. A Câmara Municipal, que coorganiza, a ASAE, a PSP, Santa Casa da Misericórdia de Faro, União das Freguesias de Faro, Guias de Portugal, Paróquia da Sé de Faro, Bombeiros Sapadores de Faro e outras mais.

Ambifaro – Gestão de Equipamentos Municipais. E.M   

Partilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Artigos Relacionados

NOTICIA_GRUPO_CONFERENCIA´24

Desafios e oportunidades do Parque Natural Marinho do Recife do Algarve – Pedra do Valado

bolos8377_OCS

Estão abertas as inscrições para a 35ª Arte Doce

dia-do-brincar-2024

Insufláveis abertos à população nos dias 28 e 29 de maio para comemorar o Dia Internacional do Brincar

Diretor:
Miguel Ângelo Morgado Henriques Machado Faísca
Nº de inscrição na ERC:
124728