Dezenas de manifestantes à porta do Conselho de Ministros descentralizado em Faro

Cerca de quatro dezenas de pessoas, associadas aos sindicatos de professores e trabalhadores de impostos, manifestaram-se hoje à porta do edifício onde decorre a reunião descentralizada do Conselho de Ministros, em Faro, no âmbito da ação “Governo Mais Próximo”.

Os manifestantes da União de Sindicatos do Algarve, afeta à CGTP-IN, do STOP – Sindicato de Todos os Professores e do Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos juntaram-se na praça da Liberdade, onde está localizada a sede da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve, palco da reunião do executivo desde as 10:00.

Alguns dos manifestantes que estavam mais perto da sede da CCDR/Algarve foram progressivamente afastados pelo ‘cordão’ de agentes da PSP para outro local, a cerca de 150 metros, enquanto gritavam “ministro, escuta, o povo está em luta”. 

A segunda edição do “Governo Mais Próximo” arrancou na quarta-feira e termina hoje, com um programa de mais 60 iniciativas em todos os concelhos do distrito de Faro, com a presença de diversos ministros e secretários de Estado.

Foram “privilegiados os contactos de proximidade, auscultando os representantes locais e promovendo o desenvolvimento económico e social da região”, segundo o executivo.

Lusa

Partilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Artigos Relacionados

cmfaro

Protocolo entre Município de Faro e Associação para o Planeamento da Família formaliza ajuda a população vulnerável

IMG_9897-Editar

Seleção Nacional de Atletismo realiza estágio em Lagoa

Protocolo-Dypall

Faro celebra protocolo com Dypall para promoção de empreendedorismo, empregabilidade e cidadania junto dos jovens