O Município de Alcoutim assinou recentemente o termo de aceitação da candidatura designada por “Valorização do Castelo Velho de Alcoutim”. A candidatura tem um investimento elegível de 395.543,64 euros, ao qual foi atribuída uma comparticipação comunitária (FEDER) de 276.880,55 euros, sendo esperada a sua conclusão até 31 de dezembro de 2023.

A candidatura pretende valorizar um sítio arqueológico da época Islâmica, classificado como Imóvel de Interesse Público, criar um produto turístico e cultural inovador com o desenvolvimento de uma aplicação informática e criar um produto promocional único e distinto com uma forte componente lúdica e didática, onde se incluem a criação e produção dos jogos de tabuleiro, a renovação e produção de uma exposição e a edição de um guia.

A operação tem enquadramento no Programa Operacional CRESC Algarve 2020, eixo prioritário 4 – reforçar a competitividade do território, objetivo temático 6 – preservar e proteger o ambiente e promover a eficiência energética, prioridade de investimento – 6.3. – A conservação, proteção, promoção e desenvolvimento do património natural e cultural e tipologia de investimento 6.14 – Património natural e cultural.

O investimento visa salvaguardar, valorizar e promover um ex-libris do concelho de Alcoutim e da região no que concerne ao legado islâmico e, mais concretamente, ao legado Omíada no sul do país, aumentar a oferta turística e cultural do território e, consequentemente, promover, consolidar e afirmar a atividade turística regional contribuindo para o reconhecimento e diferenciação da imagem do Algarve.

Câmara Municipal de Alcoutim

Partilhar: