A Câmara Municipal de Faro aprovou, na sua última reunião de Executivo, a terceira fase do Plano de Pormenor da Lejana. O projecto segue agora para análise de um conjunto de entidades como a CCDR Algarve, Direcção-Geral do Território, APA/ARH Algarve, Protecção Civil, Águas do Algarve e ANAC.

Caso obtenha os pareceres favoráveis destas entidades, o documento avança para um período de discussão pública não inferior a 20 dias. Decorrida a discussão pública, sujeitar-se-á à aprovação da Assembleia Municipal e, em caso afirmativo, seguirá para posterior publicação e entrada em vigor.

A área de intervenção do PP Lejana tem cerca de 43 hectares afectos ao perímetro urbano de Faro, sendo limitada a sul pela Av. Calouste Gulbenkian; a poente pela Estrada Sr.ª da Saúde; a Norte, ainda que incluindo parcialmente, pela urbanização titulada pelo Alvará n.º 1/04 e área envolvente ao futuro traçado da 3.ª circular de Faro; e a nascente pela EN2/Estrada do Alportel.

Esta área integra, parcial ou totalmente, diversas urbanizações resultantes de operações de loteamento urbano, parcelas desocupadas objecto de pretensões de particulares, a área envolvente ao Depósito de Água, assim como áreas que necessitam de ser requalificadas e reestruturadas.

Com a elaboração deste plano, refere a autarquia em comunicado, “pretende-se assegurar uma estrutura urbana coerente, equilibrada e sustentável, potenciando um urbanismo que respeite a morfologia do local e, em simultâneo, contribuir para a valorização das entradas da cidade de Faro, promovendo a qualificação/requalificação dos principais eixos viários, designadamente a EN2/Estrada do Alportel e a Estrada da Sr.ª da Saúde, assegurando ainda a concretização da terceira circular de Faro na área de intervenção.”

Partilhar: