A Associação Turismo do Algarve (ATA), agência responsável pela promoção turística externa da região, marcou presença, pela primeira vez na Adventure Travel World Summit, um dos principais eventos internacionais dedicado exclusivamente ao turismo activo, que este ano decorreu na Argentina, entre 15 a 19 de Outubro, contando com a participação de mais de 850 profissionais vindos de todo o mundo.

Esta participação surge na sequência da crescente aposta que o Algarve tem vindo a fazer na promoção deste segmento e após a ATA se ter tornado, no ano passado, membro da Adventure Travel Trade Association – a maior organização mundial dedicada à promoção desta indústria turística. O objectivo passa por posicionar o Algarve como um destino de eleição para a prática de turismo activo.

Durante o evento, a ATA teve a oportunidade de reunir com diversos operadores turísticos internacionais da especialidade bem como de assistir a vários seminários dedicados à temática, onde foram abordadas, entre outras, questões como o actual perfil e as motivações do turista de turismo activo, as principais tendências que se verificam neste mercado (com destaque para a importância de desenvolvimento de um turismo sustentável) ou ainda a apresentação de estratégias e de posicionamentos desejáveis para as empresas de animação turística que se dedicam a este nicho.

Dado o elevado potencial de crescimento deste segmento na região, a aposta no turismo activo por parte da ATA tem vindo a crescer nos últimos anos, como forma estratégica de aumentar o número de turistas nas épocas intermédias e baixa, uma vez que este tipo de turista evita a época alta. “Se queremos captar mais turistas durante a época baixa, temos de continuar a trabalhar na promoção da região junto destes nichos de mercado e deste tipo de turista off season”, defende Dora Coelho, directora executiva da ATA. “A participação do Algarve neste evento foi de extrema relevância, na medida em que tivemos a oportunidade de dar a conhecer aos operadores presentes as condições únicas que a região oferece para a prática do turismo activo e que fazem do nosso destino uma alternativa diferenciadora face a outros mercados. O feedback que obtivemos foi muito positivo e com alguma surpresa à mistura por parte de alguns operadores que ainda viam o Algarve apenas como um destino de férias de Verão”, refere esta responsável.

Para além do Algarve, representado pela ATA e pela Associação Rota Vicentina, a presença nacional fez-se notar também neste World Travel Adventure Summit através da participação de outros destinos como os Açores e de algumas empresas dedicadas a este tipo de turismo.

Partilhar: