A Câmara de Portimão prepara-se para investir cerca de meio milhão de euros na implementação do sistema de videovigilância da Praia da Rocha.

O valor foi avançado pela presidente da Câmara de Portimão no decorrer do seminário «Algarve um Destino Seguro». A autarca considera que, dessa forma, é possível reforçar a segurança de residentes e turistas. Em posteriores declarações ao «O Algarve Económico», Isilda Gomes referiu que o processo está a decorrer e espera que até ao final do ano seja possível ter as câmaras de videovigilância a funcionar.

A autarca mostrou-se ainda disponível para abrir mais os cordões à bolsa e alargar a videovigilância a outros pontos do concelho, caso as forças de segurança considera ser isso importante.

Em destaque naquele seminário, no que a Portimão diz respeito, estiveram, também, os projetos que, integrados no Contrato Local de Segurança (CLS) celebrado entre a Câmara e o Ministério da Administração Interna, vão incidir sobre dois bairros municipais onde se regista algum sensação de insegurança: o Bairro da Cruz da Parteira e o Bairro Mira Cabo nas Cardosas.

Estes projetos, que irão abranger um total de 167 famílias, têm desde já previstas cerca de 54 ações nos diferentes eixos de intervenção dos CLS, com vista em especial ao combate ao absentismo escolar e promoção da empregabilidade, atendendo que a população destes bairros é maioritariamente jovem com necessidades de integração na sociedade.

Partilhar: