A Docapesca deu o ‘pontapé de saída’ no processo que vai levar à dragagem na zona interior da Doca de Faro, ao fazer publicar, esta quinta-feira, 16 de agosto, em Diário da República o respetivo aviso de abertura de concurso.

A partir de agora, as empresas do setor interessadas têm 20 dias para apresentarem as suas propostas. Uma vez selecionada a vencedora e assinado o contrato, a empreitada, que tem um custo previsto de 100 mil euros, deverá ficar concluída no prazo de 60 dias.

Segundo informa a Docapesca, em comunicado, “esta intervenção, que corresponde a um volume de dragados de 16.000 m3, é essencial para a reposição das condições de operação na zona interior da Doca de Faro e integra um projeto mais amplo, que inclui a reabilitação do cais flutuante dos pescadores e a garantia de acesso ao posto de combustível”.

Esta entidade destaca, ainda o facto de já não se realizar uma dragagem no local há 27 anos.

Partilhar: