Desde 1 de Fevereiro que está em vigor o aumento da nova tributação dos refrigerantes e das bebidas açucaradas.

Uma das novidades criadas com o Orçamento do Estado para 2017 (Lei nº 42/2016, de 28.2) foi a tributação dos refrigerantes e das bebidas açucaradas em sede de Imposto sobre o Álcool e as Bebidas Alcoólicas (IABA), mudando o nome do imposto, que passou a ser imposto sobre o álcool, as bebidas alcoólicas e as bebidas adicionadas de açúcar ou outros edulcorantes.

As novas taxas são: 8,22 euros por hectolitro (100 litros), no caso das bebidas cujo teor de açúcar seja inferior a 80 gramas por litro; e, 16,46 euros por hectolitro para as bebidas cujo teor de açúcar seja igual ou superior àquele limite.

Partilhar: