Os residentes em Portugal realizaram, ao longo do 1º trimestre do ano, um total de 4,5 milhões de deslocações, o que significa um aumento de 12,1% em comparação com idêntico período do ano passado, revela o Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

Aquele organismo acrescenta que “as deslocações turísticas ao estrangeiro corresponderam a 10,5% do total e apresentaram um crescimento superior às deslocações nacionais (+14,9% face a +11,8%; +17,1% e +6,5% no 4ºT 2017).

Para “visita a familiares ou amigos” ocorreram 2,2 milhões de viagens, “o motivo mais representado (49,7%, -2,0 p.p.). “Lazer, recreio ou férias” motivou a realização de 1,54 milhões de viagens (34,3% do total, +0,5 p.p.) tendo as deslocações por motivos “profissionais ou de negócios” justificado 494,1 mil viagens (11,0% do total, +1,1 p.p.).
Os “hotéis e similares” agregaram 21,1% das dormidas do trimestre (+2,0 p.p.), cabendo ao “alojamento particular gratuito” 70,4% das dormidas totais (-4,1 p.p.)”.

Partilhar: