O Porto de Portimão deverá receber ao longo do ano um total de 41.208 passageiros de navios de cruzeiro. Se esta previsão se confirmar, isso significará um aumento de 11.506 ( +39%) em comparação com o registado no ano passado.

No total, espera-se que no final de Dezembro se tenham contabilizado 80 escalas de navios de cruzeiro neste porto, ao longo do ano, o que representará mais 9 do que no ano transacto. Só entre Junho a Setembro são esperados cerca de três dezenas de escalas de cruzeiros.

Trata-se de um potencial bastante interessante para o comércio local, referiu a presidente da Câmara, no decorrer do programa de animação de Verão para o centro da cidade. No entanto, lamenta Isilda Gomes, poucos parecem ser os empresários que mantêm as suas portas abertas para aproveitar o filão, quando as escalas têm lugar ao fim-de-semana ou a um feriado.

Isto, apesar de aqueles que o fazem terem retorno. Na conferência de imprensa, a autarca lembrou o caso de um comerciante que lhe dizia ter sido o único a abrir a loja ao Domingo e “ter facturado mais nesse dia do que em toda a semana”.

Ao longo dos próximos meses, a Alameda da Praça da República, situada bem no centro da zona comercial, vai ser o palco principal de muitos eventos, que têm exactamente como objectivos animar e trazer muitos milhares de pessoas para aquela zona.

Mas, ara que aquele espaço nobre da cidade recupere o dinamismo de outras épocas, defende Isilda Gomes, é necessário que, sobretudo no Verão, haja uma mudança de mentalidade por parte dos comerciantes, no que diz respeito, essencialmente, à questão dos horários. A esmagadora maioria dos turistas passa boa parte do dia na praia, pelo que, se pretendem tê-los como potenciais clientes, faz sentido que os comerciantes mantenham as portas dos seus estabelecimentos abertas depois das 7 horas da tarde, defendeu a autarca.

Partilhar: