Pelo 12.º ano consecutivo, a aldeia de Paderne termina o ano com uma viagem no tempo. A partir de amanhã, 28 de dezembro, a Feira Medieval transforma a freguesia do barrocal algarvio num cenário do século XIV, onde não faltam personagens típicas e encenações históricas.

Este ano, o evento estende-se por mais um dia, com um programa recheado de atividades. A abertura está marcada para as 12h00 de sábado, quando El Rei de Portugal e dos Algarves proclamará a abertura da feira de comércio e animação e mandará que os festejos durem cinco dias.

O núcleo antigo da aldeia transforma-se, assim, numa vila medieval, com mercado tradicional, arruadas musicais, cortejos, teatros de fogo, leilões, concertos, bailias, recriações históricas, demonstrações de artes e ofícios, manjares medievais e muita animação.

No primeiro dia de 2020, pelas 15h00, a tradicional Bênção seguida de Cortejo Régio com El Rei volta a retratar a cerimónia da entrega da Carta de Doação do Castelo de Paderne, por D. Dinis, à Ordem de Avis.

O certame abre portas às 12h00 e encerra às 21h00, com exceção do dia 31 de dezembro, em que fecha às 19h00.

No domingo, o programa da TVI “Somos Portugal” irá ser transmitido em direto de Paderne. Entre as 14h00 e as 20h00, os apresentadores Santiago Lagoá, Isabel Figueira e Inês Gutierrez vão dar a conhecer Paderne Medieval a milhares de telespectadores através de reportagens e entrevistas, numa emissão contínua de seis horas.

A Câmara Municipal disponibiliza, no dia 30 de dezembro, um autocarro para quem pretenda visitar o evento. O ponto de encontro é no parque de estacionamento em frente ao tribunal e serão realizadas duas partidas: uma às 11h00 e outra às 12h00. O regresso será efetuado às 15h30 e às 16h30.

A entrada no Paderne Medieval tem um custo de € 1,50.

Partilhar: