O presidente da Associação do Comércio e Serviços da Região do Algarve (ACRAL), Álvaro Viegas, considera que o Baixa Street Fest é um bom exemplo do que pode ser feito em termos de dinamização dos centros urbanos, pelo que deveria ser adoptado um pouco por todo o Algarve.

Trata-se de uma iniciativa que, desde 8 de Julho, às Sextas-feiras à noite, tem vindo a animar abaixa de Faro, atraindo “milhares de visitantes e com grande retorno para os empresários locais.”

Este dirigente associativo defende um maior dinamismo e investimento por parte dos empresários, de forma a que possam aproveitar e potenciar a retoma económica que está a ter lugar no país, muito devido aos bons resultados do turismo, a principal actividade económica da região.

Este cenário faz com que “o comércio e os serviços, como actividades complementares e necessárias para a actividade turística, mosteam também um crescimento notável.” Álvaro Viegas admite que a concorrência ao comércio local “aí está e em força a partir de Outubro com a abertura do novo espaço Mar Shopping” mas, pergunta, “como seria se a economia não estivesse a crescer?”

É nestes momentos de alguma euforia económica que “os empresários do comércio e serviços devem mudar comportamentos e investir no seu próprio negócio, modernizando-o e tornando-o atractivo aos olhos dos consumidores.” Quem, nesta fase, “não investir e não aproveitar o actual momento ficará na berma do progresso”, adverte o presidente da ACRAL.

 

Partilhar: