É já nos próximos dias 6, 7 e 8 de junho que terá lugar a 1.ª edição da formação “Legislação, abordagem e comportamentos a adotar na observação de cetáceos”, uma iniciativa conjunta da Estação Náutica de Lagos, associação SOMAR e SeaLife que visa reforçar a oferta formativa para empresas marítimo-turísticas algarvias e promover a sustentabilidade no turismo.

Com uma extensa costa de grande riqueza ao nível da biodiversidade e vida marinha, Lagos dispõe de grande oferta no que toca a embarcações turísticas que realizam viagens para visita a grutas e observação de cetáceos (golfinhos e baleias).

Esta oferta formativa surge da intenção da associação SOMAR – Conservação Marinha e Bioacústica, que tem realizado várias iniciativas de âmbito ambiental em parceria com a autarquia, em trabalhar lado a lado com empresas marítimo-turísticas para que possam adquirir conhecimentos de hábitos mais sustentáveis de conservação da natureza, mas também reforçar o seu conhecimento sobre regulamentação portuguesa sobre esta prática, assim como informar sobre a biologia e espécies que são observadas na nossa costa para adicionar uma componente pedagógica às visitas de barco.

Os objetivos da formação estão igualmente alinhados com os da Estação Náutica de Lagos, a qual promove junto de residentes, visitantes e turistas um conjunto de experiências náuticas, trabalhando em rede com agentes públicos e privados e contribuindo também para uma melhoria constante da oferta turística nesta área.

Esta primeira formação terá a duração de seis horas em horário pós-laboral (18h30-20h30), distribuídas por três dias (6-8 de junho) e será realizada nos armazéns da empresa SeaLife (Lagos). Os participantes terão acesso a certificado, sendo que o acesso é gratuito, mas sujeito a inscrição prévia obrigatória aqui.

Câmara Municipal de Lagos

Partilhar: