A sardinha assada foi rainha em Portimão, entre os dias 2 e 6 de Agosto. Pelas contas da Câmara local, pela edição deste ano do Festival da Sardinha passaram cerca de 50 mil pessoas.

Ao longo de cinco noites de festa e muita animação, foi possível degustar a sardinha assada como manda a tradição, em pão caseiro ou no prato acompanhada com a batata e a salada à algarvia, nos restaurantes oficiais e nos localizados nas proximidades do festival.

Também as associações locais GEJUPCE Portimão – Gil Eanes Juventude Portimonense Clube e Boa Esperança Atlético Clube Portimonense se juntaram à festa.

A animação foi uma constante na zona ribeirinha, entre o museu de Portimão e a zona entre pontes com animação de rua e sonoridades várias, desde o folclore que, diariamente, animavam o espaço à música tradicional portuguesa no Coreto e no espaço “Sardinha no Pão”, passando ainda pelo teatro.

Três dezenas de expositores marcaram presença neste evento, levando a Portimão o melhor que o artesanato e o sector agroalimentar regionais podem oferecer.

A nível musical, os espectáculos mais aguardados foram os de Aurea, Reflect, Átoa, Cuca Roseta e João Só.

Partilhar: