O Município de Lagos lançou o concurso de aquisição de serviços de transportes de passageiros municipal “A Onda” pelo período de 3 anos.

O valor máximo que a autarquia liderada por Joaquina Matos pretende pagar à empresa que for escolhida é 3.362.517,20, o que significa um investimento anual ligeiramente superior a 1,1 milhões de euros.

O aviso foi publicado em Diário da República na sexta-feira, tendo a partir dessa data as empresas do ramo interessadas um prazo máximo de 30 dias para apresentarem as respetivas propostas.

Os critérios de adjudicação são o preço por quilómetro apresentado pelas concorrentes (que vale 65%) e a segurança na prestação de serviços de transporte e lotação máxima de cada um dos veículos (35%).

Partilhar: