A Câmara de Silves vai ter, em 2020, um orçamento de 51,9 milhões de euros, valor que representa um acréscimo de 4,2 milhões de euros, comparativamente a este ano, cujo orçamento ascendeu a 47,7 milhões de euros.

A Requalificação do Jardim do Largo da República, a Conservação e Restauro da Ponte Velha e a Requalificação da Rua Atrás dos Muros em Silves são algumas das intervenções mais relevantes.

Fora da sede do concelho, destaque também para as obras de requalificação urbana das Ruas da Baixa de Armação de Pêra – 1.ª fase, do centro histórico de S. Bartolomeu de Messines, bem como a reabilitação de infraestruturas na Vila de Pêra, a construção do Polidesportivo de Tunes (2.ª fase), a pavimentação de Estrada na Ribeira Baixa/Ribeira Alta e a Repavimentação da Estrada Boião-Azilheira (2.ª fase).

O Orçamento e as Grandes Opções do Plano foram aprovados, na Câmara com os votos favoráveis dos eleitos da CDU (4) e os votos contra dos vereadores do PSD (2) e PS (1).

Na Assembleia Municipal os documentos contaram com os votos a favor da bancada da CDU (13), 9 votos contra do PSD (5) e do PS (4) e 5 abstenções (3 do PSD, 1 do PS e 1 do BE).

Partilhar: