A Câmara de Silves vai ter no próximo ano um Orçamento no valor de 47,7 milhões de euros, mais 8,1 milhões (+20%) do que o de este ano.

O documento foi aprovado na última Assembleia Municipal (AM) realizada em 29 de novembro, após a sua aprovação inicial, em reunião de câmara de 29 de outubro.

Votaram a favor os deputados municipais da CDU e do BE, enquanto que os eleitos do PSD e PS optaram pela abstenção.

O montante previsto no Plano Plurianual de Investimentos (PPI) ascende a 14,8 milhões de euros, integrando um conjunto vasto de empreitadas, repartidas pelas várias freguesias que integram o Município de Silves.

Em comunicado, a autarquia refere que “o orçamento é marcado pela política fiscal amiga do contribuinte em termos de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), com a aplicação de taxas mínimas e do IMI familiar, pelo reforço dos apoios sociais, pelo aumento gradual dos apoios às associações e coletividades, pela duplicação anual das transferências para as Uniões e Juntas de Freguesias, como igualmente, pelas medidas, isenções e incentivos à reabilitação urbana e ao investimento local, pelo aproveitamento das oportunidades de acesso aos fundos comunitários e/ou nacionais e pela trajetória de desendividamento que prossegue.”

Partilhar: