A Docapesca abriu um concurso para elaboração do projeto de execução para a construção de novo cais de acostagem e estacionamento no porto de pesca da Quarteira.

O preço base do projeto de execução é de 60 mil euros, tendo por objetivo o lançamento do concurso para a empreitada em 2020.

A Docapesca acrescenta, em comunicado, que “o futuro cais será implantado no local onde existiu um cais flutuante (nº 6) destinado às embarcações de pesca do cerco e que foi retirado por questões de segurança.”

Este cais será dimensionado para a acostagem de embarcações de maior porte (entre 20 e 25 metros de comprimento), terá 90 metros de comprimento e oito metros de largura mínima e será implantado no canto nordeste da bacia portuária, confinando com o cais de descarga existente.

Para a solução a desenvolver, “a Docapesca teve em consideração os contributos da Quarpesca e da Junta de Freguesia de Quarteira, em estreita articulação com a Câmara Municipal de Loulé.”

O porto de pesca de Quarteira foi construído entre 1998 e 1999, situando-se a este da marina de Vilamoura e a oeste do campo de esporões de Quarteira. Dispõe de um cais de descarga de pescado, adjacente ao edifício da lota (extremo sul), com 70 metros de zona  acostável, e de cinco pontões flutuantes com capacidade para estacionamento de, aproximadamente, 205 embarcações. Fixado a este cais existe ainda um cais flutuante para apoio à descarga de pescado de pequenas embarcações.

A importância  socioeconómica do  porto de Quarteira  é significativa a nível  local e regional. Em 2018 foi  registada em lota a venda de 2.660 toneladas  de pescado (+22,2% face a 2017) no valor de 7,1 milhões de euros (+9,9%). O preço médio total foi de € 2,66/kg.

Partilhar: