A entrega do IRS começa, hoje, dia 1 de abril e prolonga-se até dia 30 de junho.

Devido ao estado de emergência, este ano as condições de entrega da declaração estão mais limitadas para aqueles que não têm acesso à internet. A Autoridade Tributária (AT) apelas aos contribuintes para que não saiam das suas habitações para procurarem auxílio no preenchimento da declaração, sobretudo os mais idosos.

O prazo da campanha de IRS é válido para todos os contribuintes, independentemente da categoria de rendimento – pensionistas, trabalhadores por conta de outrem, trabalhadores a recibos verdes ou aqueles que apresentem outros rendimentos).

A grande maioria dos contribuintes que obtêm apenas rendimentos provenientes de pensões ou trabalho por conta de outrem, têm a vida mais simplificada com a possibilidade de entrega automática de IRS. No caso de não estar abrangido, tem de entregar a declaração do Modelo 3 de IRS (categoria A ou H).

Partilhar: