O ministro da Agricultura, Capoulas Santos, garantiu, à margem da sessão de inauguração da FATACIL, que a greve dos motoristas de matérias perigosas não teve consequências de maior no setor que tutela.

Para isso, referiu o governante, em muito contribuiu “a estratégia que desenhamos, que foi discreta, mas eficaz”. Em cada distrito foi criado um gabinete para dar apoio aos agricultores, sobretudo ao nível do transporte de produtos perecíveis, como o leite, as frutas e os legumes.

Também a partir do site do Ministério da Administração Interna foi criada uma linha especialmente dedicada ao setor. Esta estratégia, conjugada com as iniciativas e medidas preventivas tomadas pelos agricultores, permitiram que “nenhum produto tenha sido perdido e nenhum transporte deixado de ser feito”.

A 40ª edição da FATACIL decorre até ao próximo domingo, 25 de agosto. Conta com cerca de 800 expositores e a animação musical é assegurada por: João Pedro Pais (segunda, 19); Matias Damásio (terça, 20); Quim Barreiros (quarta, 21); Blaya (quinta, 22); Jorge Palma (sexta, 23); Mariza (sábado, 24) e Richie Campbell (domingo, 25).

Partilhar: