Começaram, esta Sexta-feira, 23 de Junho, os trabalhos de colocação de velas de sombreamento na principal zona de comércio tradicional em Portimão.

A intervenção vai custar 73.300 à Câmara de Portimão e, para já, o sombreamento vai abranger as Ruas do Comércio (troço entre a Alameda e o Largo da Mó) e Vasco da Gama, mas, no futuro, prevê-se que a área possa ser alargada, até porque a Junta de Freguesia de Portimão já se disponibilizou para a aquisição de mais velas para o troço compreendido entre o Largo da Mó e a Rua Infante D. Henrique.

Em comunicado, a Câmara de Portimão refere que “a instalação destas velas irá permitir protecção climática uma vez que vão proporcionar abrigo e conforto em condições climatéricas tais como sol, chuva e vento, sendo que por outro lado a translucidez do material permite a manutenção dos níveis de iluminação natural e a preservação da leitura global das fachadas.”

Outra particularidade “prende-se com a concepção das velas que foram elaboradas em função das características urbanas dos locais e considerando os ventos dominantes, daí que nenhuma das velas instaladas seja igual entre si, apresentando-se com áreas diferentes face às especificidades dos locais a sombrear.”

Este intervenção é, há muito, pedida pelos comerciantes locais e pela Associação do Comércio e Serviços da Região do Algarve (ACRAL). O seu coordenador local, Júlio Ferreira, congratula-se por, “ao fim de vários anos, estar, finalmente, a ser levada a ser colocado o sombreamento”.

A partir de agora, está convencido que este “passará a ser um espaço mais agradável e apetecível para comerciantes, consumidores, residentes e turistas”, o que se reflectirá positivamente no negócio dos comerciantes locais.

Partilhar: