A taxa de ocupação média anual em 2016 no Algarve cresceu 7% em relação a 2015, para 64,4%, e o volume de negócios subiu 13,2%, revelou a AHETA – Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve.

Este crescimento foi impulsionado pelos mercados externos, enquanto o mercado interno alargado (Portugal e Espanha) registou uma descida de cerca de 10%.

O RevPar (rendimento por quarto disponível) melhorou 17,7%, para 46,2 euros por dia, num total de 670 milhões de euros de receitas em toda a região.

Para este ano, as previsões apontam para um crescimento de 3,1% nas taxas de ocupação e 6,1% no volume de negócios, uma consequência direta de um aumento médio dos preços em 3%.

Partilhar: