A Associação do Comércio e Serviços da Região do Algarve (ACRAL) saúda a subida do Portimonense à 1ª Liga, situação que “favorece o Algarve, dá notoriedade à região e alavanca a economia regional, contribuindo para esbater a sazonalidade”.

Ao mesmo tempo, a associação faz votos para que “no mais curto espaço de tempo possível”, outras equipas algarvias, nomeadamente o Olhanense e o Farense, se juntem ao clube algarvio no escalão máximo do futebol nacional.

O presidente da ACRAL, Álvaro Viegas, destaca o facto de, na próxima época, “de 15 em 15 dias – durante a época baixa –  Portimão ir receber milhares de pessoas que acompanharão os seus clubes, muitos deles aproveitando o fim-de-semana: isso vai acrescentar valor à hotelaria, restauração e comércio”.

Segundo Álvaro Viegas, “aproveitando e sobretudo rentabilizando as infraestruturas desportivas existentes, o Algarve deve apostar claramente no turismo de desporto, quer através da organização de eventos, quer através da criação de condições para que equipas nacionais e internacionais realizem estágios no Algarve”.  

Este dirigente associativo considera “um passo positivo” o anúncio feito pela Câmara de Faro, de construção de um centro de treino no Parque das Cidades, mas entende que se deve ir mais além. O projecto deve evoluir para “uma autêntica Cidade Desportiva de Alta Competição, com mais campos de futebol, mas também piscinas, SPA, ginásios, um pavilhão multiusos, para outras modalidades, e uma pista de atletismo, tudo isto complementado com oferta hoteleira”.   

 

Partilhar: