O Algarve parece ser uma das regiões preferidas para as empresas que se dedicam à instalação e exploração de centrais fotovoltaicas.

Recentemente, arrancou a construção de uma de grandes dimensões em Alcoutim e, de acordo com o site da Direcção Geral de Energia e Geologia, estão a desenvolver-se os processos que deverão levar à instalação de mais quatro na região algarvia.

Três delas estão previstas para o concelho de Alcoutim e uma para Lagoa.

Segundo os editais que aí podem ser consultados, uma das maiores é a de Lagoa (zona do Cotovio, na União de Freguesias Parchal e Estômbar), que deverá desenvolver-se ao longo de 6,8 quilómetros, será composta por 163.001 painéis fotovoltaicos de potência unitária de 300 Wp, numa potência instalada total de 48.900 W/kVA.

A mesma potência e número de painéis vai ter uma das que estão previstas para o concelho de Alcoutim (Sâo Marcos), enquanto que as outras duas – a instalar para o mesmo concelho – serão mais pequenas.

A do Pereiro terá 95.670 painés e uma potência total de 28.700 W/kVA e a de Albercas terá 94.662 painéis e uma potência instalada de 28.400 W/kVA.

Isto significa que, se forem todas aprovadas, e uma vez em pleno funcionamento, contarão com um total de 516.334 painéis e assegurarão uma potência global de 154.900 W/kVA.

Partilhar: