Praias de Castro Marim voltam a conquistar Bandeira Azul, Praia Acessível e Qualidade de Ouro

As praias de Castro Marim, nomeadamente a Alagoa/Altura, Praia Verde e Cabeço, voltaram a conquistar os galardões de Bandeira Azul, Bandeira Praia Acessível e Qualidade de Ouro.

Este é o resultado de um trabalho e empenho rigoroso que é realizado pelo Município de Castro Marim nas áreas de informação e educação ambiental, qualidade da água, gestão ambiental, acessibilidade, segurança e serviços das praias como os postos de socorro e sinalização e informação.

Há um investimento contínuo na qualificação das praias do Município de Castro Marim, com a existência de mais espaços vigiados, além da realização de melhorias nos acessos às praias para pessoas com mobilidade reduzida.

A Bandeira Praia Acessível garante ainda estacionamento reservado, acesso pedonal, passadeiras no areal, sanitários adaptados e equipamentos de apoio (cadeira anfíbia) a utentes de mobilidade condicionada em algumas concessões.

Procedeu-se ainda um reforço em capital humano com a contratação de tratoristas que vão assegurar uma melhor limpeza do areal, que decorre todos os dias do ano.

Este ano irá também decorrer a abertura de mais uma fase do passadiço na frente-mar, mais precisamente o troço entre a Praia Verde e a Verdelago, que numa segunda fase terá ligação até Altura.

“Preparamo-nos para mais um verão em que a exigência é muita a nível dos resíduos e da gestão do espaço público, pelo que apelamos sempre à colaboração de quem nos visita e de quem cá vive, este ano com a particular preocupação de uma gestão mais eficiente da água, por continuarmos a ser uma região com graves problemas de abastecimento de água para consumo humano”, refere a vice-presidente da Câmara Municipal de Castro Marim, Filomena Sintra.

Câmara Municipal de Castro Marim

Partilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Artigos Relacionados

2024-072-Festival-Pirata-de-Olhão-2024-site

Piratas ‘invadem’ Olhão de 24 a 27 de julho

Economia portuguesa melhora

Rendas dos novos contratos de habitação sobem 10,6% em 2023 para 7,21 euros/m2 – INE

Diretor:
Miguel Ângelo Morgado Henriques Machado Faísca
Nº de inscrição na ERC:
124728