Portugal antecipou o pagamento de mais 1001 milhões de euros ao Fundo Monetário Internacional (FMI). Trata-se de uma parcela que, refere o Ministério das Finanças, em comunicado, vencia entre Março e Maio de 2021.

Com esta operação, acrescenta, “ficaram concluídos os reembolsos antecipados ao FMI em 2017”, tendo sido pagas parcelas no valor de 10.013 milhões de euros.

Até agora, o nosso país já devolveu “aproximadamente 80% do empréstimo total do FMI, no montante de 26.300 milhões de euros”.

O plano de amortizações antecipadas, garantem os serviços tutelados por Mário Centeno, “continuará a ser
implementado no próximo ano, como previsto no programa de financiamento da República, mantendo-se ainda assim uma prudente almofada financeira”.

Partilhar: