Município de Lagoa e ADR lançam a 1ª Pedra da Vila D’ADR – ERPI e SADTítulo

O Município de Lagoa e a IPSS ADR-CCS Quinta de S. Pedro realizaram ontem, dia 18 de junho de 2024, a cerimónia do lançamento da 1ª Pedra da Vila D´ADR, uma Estrutura Residencial Para Pessoas Idosas (ERPI) e Serviço de Apoio Domiciliário (SAD), localizado na Rua Pôr do Sol, Mexilhoeira da Carregação. 

No dia 18 de junho de 2024, a comunidade Lagoense celebrou um marco significativo com o lançamento da 1ª pedra da Vila D’ADR, uma estrutura de enorme importância para o concelho de Lagoa e para os lagoenses, que vem dar resposta a uma necessidade há muito identificada, não só no concelho, bem como na região.  

Esta simbólica cerimónia há muito que era aguardada, por todos aqueles que durante os últimos quatro anos acreditaram e trabalharam para que este momento pudesse acontecer e para que daqui a dois anos a obra esteja concretizada.  

A obra da Vila D’ADR está orçamentada em 4.847.416,93€, dos quais 2.670.840,00€ são financiados pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), e 2.176.576,93€ são investidos pelo Município de Lagoa. Este projeto da ADR-CCS Quinta de S. Pedro é um testemunho do empenho conjunto em melhorar os serviços de apoio social e as infraestruturas locais. 

O apoio do Município de Lagoa foi essencial para a concretização deste projeto, evidenciando a sua dedicação ao desenvolvimento social e ao bem-estar dos seus cidadãos. A construção da Vila D’ADR não só representa um avanço na oferta de cuidados a idosos, mas também um investimento significativo no futuro da comunidade, promovendo a coesão social e a melhoria das condições de vida. 

A cerimónia contou com a presença de várias personalidades locais e regionais, bem como da comunidade, em geral. O Presidente da ADR, Sr. Álvaro Matos, deu início à cerimónia, destacando a missão e os valores da ADR na promoção do bem-estar dos idosos. Em seguida, o Arquiteto Vítor Lourenço apresentou o projeto, sublinhando os detalhes técnicos e as características inovadoras da construção, que terá capacidade para 70 vagas em ERPI e 60 vagas em SAD. 

Na sua intervenção, o Presidente do Município de Lagoa, Luís Encarnação, reforçou a importância deste projeto para a comunidade local. “Este é um dia tão importante para a ADR e para Lagoa. Quando nos foi colocada a possibilidade de edificar um espaço que fosse de encontro a uma das lacunas que temos identificado no concelho de Lagoa, um espaço onde os nossos pais e os nossos avós possam ficar nesta última etapa da vida, desde a primeira hora dissemos: vamos avançar, têm todo o nosso apoio. Aproveitamos o Plano de Recuperação e Resiliência para uma obra de quase 5 milhões de euros, dos quais 2.670.840,00€ vêm do PRR, e o restante é um investimento do Município de Lagoa. Tenho a certeza de que esta será uma obra que irá servir as famílias lagoenses com toda a dignidade. Lagoa, como cidade educadora e inclusiva, que não deixa ninguém para trás, tem essa preocupação.” 

A Diretora de Segurança Social de Faro, Margarida Flores, também esteve presente e destacou a relevância desta infraestrutura no contexto do apoio social na região. “A Vila D’ADR será um exemplo de como a colaboração entre entidades públicas e privadas pode resultar em benefícios concretos para a população. Esta estrutura será vital para apoiar os idosos e as suas famílias, garantindo-lhes um suporte adequado e digno.” 

É de referir que mais projetos desta natureza estão a ser trabalhados e preparados, com o apoio do Município de Lagoa, para vir dar resposta às necessidades das famílias, nomeadamente dos nossos seniores. Trata-se da Santa casa da Misericórdia de Lagoa e do Centro Popular de Lagoa.  

“Lagoa é uma cidade inclusiva que não deixa ninguém para trás. É nossa obrigação investirmos em estruturas locais que possam dar resposta às necessidades dos nossos seniores e que lhe possam proporcionar momentos de conforto e felicidade, nos últimos anos da sua vida. Hoje é um dia de extrema importância para Lagoa e para os Lagoenses”, afirmou Luís Encarnação, Presidente da Câmara Municipal de Lagoa.   

Câmara Municipal de Lagoa

Partilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Artigos Relacionados

2024-072-Festival-Pirata-de-Olhão-2024-site

Piratas ‘invadem’ Olhão de 24 a 27 de julho

Economia portuguesa melhora

Rendas dos novos contratos de habitação sobem 10,6% em 2023 para 7,21 euros/m2 – INE

Diretor:
Miguel Ângelo Morgado Henriques Machado Faísca
Nº de inscrição na ERC:
124728