Manuel Ramalho Eanes, administrador da NOS e Francisco Martins, presidente da Câmara de Lagoa

A Nos e a Câmara de Lagoa assinaram, terça-feira, um protocolo de cooperação que visa tornar a cidade e município na primeira «smart city» do Algarve. Em comunicado, a operadora refere que o acordo “determina a partilha de informação e de conhecimento em áreas de interesse comum pelas partes envolvidas, a realização de iniciativas conjuntas e a divulgação de soluções específicas nas áreas de «smart cities»”.

Com este protocolo vai ser criada de uma plataforma global de cidade inteligente, tendo como base a utilização recíproca das competências técnicas, tecnológicas e humanas. No quadro da parceria, as duas entidades referem as aplicações móveis que “reforçam a ligação entre autarquias e cidadãos, sistemas de gestão de água, eletricidade e resíduos, modernização administrativa e redução de custos operacionais” como exemplos de iniciativas com vantagens inequívocas de projetos de cidade inteligente.

De acordo com o presidente da Câmara de Lagoa, Francisco Martins, estas iniciativas cumprem “os pilares definidos no plano estratégico que se delineou para o futuro de Lagoa” mas são “um sério desafio” aceite pela cidade.

Partilhar: