A ministra da Justiça, Francisca Van Dunen, esteve esta Segunda-feira, 29 de Maio, em Portimão a presidir à cerimónia de assinatura do protocolo de cedência de um terreno, por parte da Câmara local, para a construção das novas instalações da Polícia Judiciária.

O espaço tem uma área de cerca de 4 mil m2 e, de acordo com a presidente da autarquia, Isilda Gomes, um valor patrimonial de 347 mil euros. A autarca justificou a decisão de disponibilizá-lo ao Governo para este efeito, pela necessidade de dotar de boas condições aquela força de segurança, que, como se sabe, dá resposta aos crimes graves.

A autarca lembrou que esta região “é a montra do país” e que cada vez mais mais os turistas valorizam a segurança, pelo que é importante que sejam levados a cabo os investimentos necessários nesta área.

A ministra da Justiça anunciou que o equipamento vai custar cerca de 5 milhões de euros. Vão ser abertos os procedimentos necessários para a elaboração do respectivo projecto, fase que deverá durar cerca de um ano. Francisca Van Dunen prevê que o arranque das obras só deverá ter lugar em 2019.

 

Partilhar: