No mês de Abril, os bancos emprestaram menos dinheiro a empresas e a particulares, revela o Banco de Portugal.

Os empréstimos a empresas não financeiras baixaram 2,2% em comparação com Abril do ano passado, enquanto que aos particulares os bancos concederam menos 2,6% de volume de crédito.

Estes dados não estão em linha com o que se passou ao nível de toda a zona Euro, em que os empréstimos a sociedades não financeiras e a particulares (habitação) foram de 1,6% e 3,0%, respectivamente.

Também no que diz respeito aos depósitos de particulares nos bancos situados em Portugal, a evolução foi negativa. Os depósitos totalizavam 138 mil milhões de euros no final de Abril, o que significa uma variação de -1,2% em comparação o mês homólogo de 2016.

O Banco de Portugal justifica que “esta evolução nos depósitos de particulares foi influenciada por aplicações em outros instrumentos de poupança, nomeadamente pela subscrição, em Abril, de Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável (OTRV)”.

Partilhar: