O consumo vem sendo objecto de estudos até mesmo no meio académico. Para perceber melhor o comportamento do consumidor, áreas da biologia, psicologia comportamental, economia e neurociência do consumidor, com a ajuda de diferentes técnicas como a ressonância magnética, eletroencefalografia, conductância de pele, rastreadores de olhos, entre outras tecnologias de medidas fisiológicas, medem a reacção do consumidor a diferentes estímulos.

A verdade é que 90% das informações são processadas subconscientemente no cérebro humano, de acordo com o estudo do pesquisador no assunto, Zurawiki, realizado em 2010.

Este processamento subconsciente de informação desempenha um grande papel na decisão do consumidor.

Entre os diversos tópicos que a neurociência do consumidor estuda, temos:
. Tomada de decisão no acto da compra e a criação das preferências dos consumidores;
. Envolvimento do cérebro no sistema de recompensa quando estamos a comprar algo;
. Motivação e respostas emocionais dos consumidores;
. As bases neurais dos consumidores no que se refere à atenção e à memória.

Para que tenhamos ideia do que estamos a falar, estudos recentes compararam as regiões cerebrais que são activadas nas decisões de compra de compradores compulsivos e não compulsivos e encontraram uma diferença significativa na activação de uma determinada parte do cérebro – o núcleo accumbens dentro do corpo estriado – sugerindo que o sistema de recompensa do cérebro é activado com mais intensidade nos compradores compulsivos quando recebem estímulos de marketing. Em outras palavras, comprar gera mais prazer neles que nos compradores não compulsivos.

Noutra pesquisa de neurociência do consumo feita por um grupo de investigadores em Abril de 2016, descobriu-se que a iluminação da loja e as cores dos alimentos é factor extremamente importante no comportamento e estado emocional do consumidor. Os estímulos visuais superam todos os outros sentidos, segundo os autores do estudo. Entre as várias conclusões a que chegaram, uma das que mais chamaram a atenção foi a de que as emoções positivas foram detectadas quando as frutas foram iluminadas com a cor púrpura seguida da cor verde.

Estudos científicos à parte, todas as áreas são unânimes em dizer que, independentemente das competências gerenciais que se tenha, do planeamento financeiro, da escolha dos sócios, da definição de metas, duas coisas são cruciais em qualquer comércio:

. Funcionários motivados;
. Clientes bem atendidos.

Nenhuma loja sobrevive sem consumidor dos produtos/serviços que vende e não é preciso ser um empreendedor fantástico para saber disso.

Portanto, a ACRAL, visando o cumprimento do fim a que se destina, ou seja, dinamizar o comércio, promover estudos necessários, procurar soluções colectivas para questões de interesse geral, resolveu criar, em parceria com a BARE International um PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO, ciente da importância da EXCELÊNCIA NO ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR, que envolve:

 . 4 VISITAS MISTERIOSAS POR ANO nos estabelecimentos comerciais dos associados (feitas a cada trimestre);
. 4 ANÁLISES DE RESULTADOS (comparativas, profundas e com recomendações);
. 2 FORMAÇÕES (no intervalo de cada semestre para resultados aquém do desejado. Ministrado em turmas de no máx. 30 pessoas, com uma hora de duração por semana, durante 1 mês)
. CERTIFICADO DE EXCELÊNCIA NO ATENDIMENTO AO CLIENTE (no final do programa por meio de evento promovido pela Associação).

Com o PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO, os associados serão capazes de obter respostas a todas estas perguntas.  

Já as ANÁLISES DOS RESULTADOS permitirão avaliar onde o associado pode melhorar, se os colaboradores atendem bem, se possuem boa argumentação de vendas, se conhecem os produtos/serviços que vendem, se os concorrentes estão a fazer um trabalho melhor ou não que eles e, não bastasse tudo isso, os resultados aquém do desejado ainda recebem UMA FORMAÇÃO de um mês de duração focada em emoções no consumo para a excelência no atendimento ao consumidor.

São projectos como este que fazem valer a pena ser um associado. Com o que gastaria num bom almoço, terá a oportunidade de oferecer o melhor para o seu cliente e, consequentemente, aumentar a sua receita por meio de informação relevante e de um trabalho motivacional junto aos seus colaboradores!
Entre em contacto com a ACRAL e faça parte deste programa inovador.

Veja aqui mais informações sobre esta parceria.

 

Partilhar: