Uma parte dos terrenos da antiga empresa Faceal, em Paderne, vai ser ocupada pelo “4 Sea–International Academy”, um novo Centro de Formação que se propõe aproximar a formação profissional das reais necessidades da economia do mar e que deverá ficar operacional dentro de dois anos.

O projecto, que foi apresentado esta Quinta-feira, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Albufeira, integra a criação de um pólo de formação de excelência para o sector marítimo e portuário, reparação naval de embarcações de recreio, entre outras valências complementares.

A responsabilidade do empreendimento é da Martrain, uma cooperativa sem fins lucrativos vocacionada para a formação e prestação de serviços no sector marítimo e portuário, à qual a Câmara Municipal de Albufeira cedeu a título gratuito, por um período de 40 anos, 4 hectares (de um total de 22) dos terrenos da antiga Faceal.

A formação será da responsabilidade da Associação de Estudos e Ensino do Mar (AEMAR), que tem experiência na área há mais de 26 anos.

Também a Universidade do Algarve entra no projecto, através de um protocolo que visa o desenvolvimento de actividades de cooperação, nomeadamente na área da investigação científica e desenvolvimento tecnológico.

A formação irá decorrer em ambiente real, com recurso a simuladores (navegação, máquinas e comunicações), um tanque especialmente construído para o efeito e oficinas dotadas do mais recente equipamento.

Complementarmente à formação, o projecto irá disponibilizar instalações de invernagem e reparação naval de embarcações de recreio, com formação on-the-job em áreas fundamentais para o sector.

O presidente da Câmara, Carlos Silva e Sousa sublinhou que este é “um investimento sustentável e unificador que irá fortalecer o Concelho no seu todo e projectar, ainda mais, o nome de Albufeira a nível internacional.” Para além de todas as outras vantagens, contribuirá, também, para “a reabilitação de toda área edificada, que se encontra praticamente em ruínas.”

Partilhar: