Câmara de Lagoa vai investir 7 milhões de euros na criação de um parque de urbano

A Câmara Municipal de Lagoa pretende investir cerca de 7 milhões de euros no espaço da FATACIL, transformando-o num parque urbano e criando nele condições para receber mais feiras e eventos.

A apresentação do projecto foi feita este Domingo, o último dia da edição da FATACIL deste ano. O presidente da autarquia, Francisco Martins, referiu que “não faz sentido que o espaço funcione apenas 10 dias por ano”, pelo que quer criar condições para o rentabilizar e, ao mesmo tempo, para que os cidadãos usufruam do espaço, que vai ter espaços de lazer, merendas e de desporto.

A zona da entrada é uma das que vão conhecer alterações, sendo o edifício do secretariado que aí existe relocalizado e ampliado. Igualmente deslocalizado vai ser o restaurante que funciona no espaço.

Uma das vertentes que se pretende rentabilizar é a da equitação, que vai ficar dotada de condições e infraestruturas que lhe permita receber, com frequência, provas e eventos. Com esse objectivo, vão ser construídos um novo e maior picadeiro, boxes e equipamentos de apoio, num espaço mais amplo, situado perto daquele em que actualmente funciona esta área.

Também a zona do campo de futebol vai ser intervencionada, melhorando-se as condições existentes e criando mais algumas.

Tendo em conta o avultado investimento que vai ser preciso fazer e para não criar dificuldades à preparação e realização da FATACIL, as obras vão ser feitas por fases e ao longo de 3 ou 4 anos.

Partilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Artigos Relacionados

concurso de fotografia de Lagos

Recuperação de ecossistemas destacada em concurso de fotografia de Lagos

Catorze distritos em aviso amarelo

Catorze distritos em aviso amarelo por causa do calor

REDES_Apoios pecuaria

Apoio extraordinário aos criadores das espécies bovina, ovina, caprina e equídeos afetados pelos incêndios rurais