O Orçamento do Estado para 2018, que foi aprovado, na generalidade, pelo Parlamento, na Sexta-feira, 3 de Novembro, destina pouco mais de 90 milhões de euros para as autarquias algarvias.

A grande fatia desse valor (83.747.644 euros) vai ser transferida para as Câmaras, enquanto que as Freguesias vão receber um total de 6.990.421 euros.

A Câmara que vai ver mais dinheiro entrar nos seus cofres é a de Silves (8,6 milhões de euros), que é ‘seguida’ de muito perto por Loulé (7,5 milhões), Faro (7,3 milhões) e Olhão (7 milhões). Do lado inferior da lista encontram-se Vila do Bispo (2,8 milhões) e Vila Real de Sto. António (2,7 milhões).

Quanto às Freguesias, as que vão ficar com uma fatia maior do ‘bolo’ são a União de Freguesias de Faro (Sé e S. Pedro), que irá receber 363 mil euros e a de Portimão (322 mil). As que recebem menos são as de Ferragudo, no concelho de Lagoa (34.337 euros), Santa Luzia, em Tavira (32.656 euros) e Barão de S. Miguel, no concelho de Vila do Bispo (24.851 euros).

 

Partilhar: