Agosto trouxe mais portugueses e menos britânicos ao Algarve

A taxa de ocupação das unidades hoteleiras algarvias em Agosto foi de 93,9%, de acordo com os dados mensais preliminares, agora divulgados pelo Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA). Trata-se de um valor que, de acordo com aquela entidade, se situou “ao nível do ano anterior.

O mercado nacional registou a maior subida (+10,0%), contrariando a tendência do último ano, seguido do alemão (+4,6%). Também houve aumento do número de turistas provenientes da Polónia, França Suécia, Bélgica, Dinamarca e Itália.

Em sentido contrário andou o principal mercado, o britânico, que diminuiu 16,3%, a juntar à forte queda que tinha registado no mês passado (17,4%). Trata-se de uma situação que deverá ter a ver com o processo de saída do Reino Unido da União Europeia e da consequente desvalorização da libra em 15% no último ano.

Por zonas geográficas, as maiores subidas ocorreram nas zonas de Faro / Olhão (+4,1%) e Carvoeiro / Armação de Pêra (+2,3%). A maior descida foi verificou-se em Vilamoura / Quarteira / Quinta do Lago (‑3,1%), enquanto Albufeira, a principal zona turística do Algarve, registou uma subida de 1,7%.

O volume de vendas aumentou 3,8 por cento durante o mês e, de acordo com as contas da AHETA, 9,1% em termos acumulados anuais. Quanto à taxa de ocupação por quarto, ao longo dos primeiros 8 meses do ano registou-se uma subida de 2,2%.

Partilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Artigos Relacionados

concurso de fotografia de Lagos

Recuperação de ecossistemas destacada em concurso de fotografia de Lagos

Catorze distritos em aviso amarelo

Catorze distritos em aviso amarelo por causa do calor

REDES_Apoios pecuaria

Apoio extraordinário aos criadores das espécies bovina, ovina, caprina e equídeos afetados pelos incêndios rurais