Se tudo correr como previsto, no Verão de 2019, o Algarve contará com mais uma unidade turística de 5 estrelas. Vai chamar-se Pestana Quinta da Amoreira e estender-se por cerca de 13 hectares, na zona de Alvor, concelho de Portimão.

Vai custar 50 milhões de euros e, uma vez em pleno funcionamento, deverá empregar cerca de três centenas de pessoas. Será constituída por edifícios de 1 e 2 pisos e terá capacidade para 450 unidades de alojamento (388 quartos e 62 suites). Terá 4 restaurantes, 3 bares, 6 piscinas, 4 salas de massagens, sauna e banho turco.

No decorrer da cerimónia de colocação da primeira pedra, que teve lugar na passada Quinta-feira, um dos administradores do Grupo Pestana, Pedro Lopes,  referiu que a nova unidade ficará focada no segmento de mercado all inclusive luxury e atrair à região clientes que se habituaram a passar as suas férias noutros resorts do género que, nos últimos anos, surgiram em diversos pontos do globo.

Também presente na sessão, o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, destacou o “bom momento que o turismo atravessa”, que leva a que, ao longo deste ano, o aumento do número de turistas seja de 10% e o das receitas de 20%. O governante salientou, sobretudo, o facto de que os aumentos serem mais expressivos fora da época alta, o que é muito positivo e permite ao Algarve e ao país não ficarem demasiado dependentes dos meses de Verão.

Artigo relacionado: Dionísio Pestana está convencido que o Brexit não vai afastar os ingleses do Algarve

Partilhar: