O Índice de Volume de Negócios no Comércio a Retalho registou uma variação homóloga de 3,8% em agosto (2,2% no mês anterior) anunciou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

O maior responsável pelo aumento do índice foi o agrupamento de Produtos Alimentares que “passou de uma variação homóloga de 1,5% em julho para 6,2% em agosto, mais que compensando a desaceleração de 1,0 p.p. do agrupamento dos Produtos não Alimentares. A variação homóloga deste agrupamento situou-se em 1,8%.”

Os índices de emprego, de remunerações e de horas trabalhadas ajustadas de efeitos de calendário, apresentaram taxas de variação homóloga de 2,3%, 2,9% e 0,0%, respetivamente (3,1%, 4,3% e 0,3% em julho, pela mesma ordem).

 

Partilhar: