As unidades de alojamento algarvias registaram, em outubro, um total de 1,9 milhões de dormidas, menos 0,6% do que no mês homólogo do ano passado, revela o Instituto Nacional de Estatística (INE).

No conjunto dos primeiros dez meses do ano, estes estabelecimentos contabilizaram 19,6 milhões de dormidas, um aumento de 2,2% em comparação com o mesmo período de 2018. Isto significa que a região algarvia teve 31% do total nacional, que até outubro foi de 62,2 milhões de dormidas (+3,7%).

A nível nacional, ao longo dos primeiros 10 meses do ano, as dormidas de hóspedes britânicos aumentaram 1,1% e as dos espanhóis tiveram um crescimento de 6,6%. Há, ainda, a destacar os fortes crescimentos dos mercados norte-americano, que teve um aumento de 19,7%, chinês (16,4%) e brasileiro (14%).

Em sentido contrário evoluíram os mercados alemão (- 6,9%) e francês.

Partilhar: