Os estabelecimento hoteleiros e similares algarvios registaram um total de 476.500 dormidas em Janeiro, um valor idêntico ao do mês homólogo de 2017, indica o Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

A nível nacional, aquele organismo registou 1 milhão de hóspedes e 2,5 milhões de dormidas, correspondendo a variações de +3,7% e +5,1%, respectivamente.

As dormidas do mercado interno aumentaram 7,0% (+12,2% no mês anterior) e as dos mercados externos cresceram 4,3% (+8,7% em Dezembro).

A estada média (2,47 noites) aumentou 1,4% (+3,9% no caso dos residentes e -0,1% nos não residentes). A taxa líquida de ocupação-cama (30,0%) aumentou 1,1 p.p.

Tal como as dormidas, os proveitos desaceleraram, tendo no total apresentado um crescimento de 12,2% (+17,5% em Dezembro) e ascenderam a 138,2 milhões de euros.  No Algarve ascenderam a 18,1 milhões de euros, um aumento de 8,8%.

Partilhar: